Destruindo a lógica Protestante que nega que Pedro não é a rocha sobre a qual Jesus edificou sua Igreja em 10 minutos


Nesse vídeo o ex protestante Jimmy Akin nos presenteia com alguns argumentos sobre a correta interpretação de uma das passagens mais polêmicas da bíblia, encontrada em Mt 16, 18, onde Jesus diz para Pedro: \"E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.\"

 

 Jimmy Akin explica a fraqueza do argumento protestante de que a tradução no grego de "Pedro" e "rocha" possuem significados diferentes e que, por isso, Jesus estaria desprezando Pedro. Prosseguindo, mostra que não é necessário saber grego ou aramaico para entender essa passagem, mas que basta apenas o conhecimento a respeito de uma característica estrutural presente no texto em Mt 16, 18, que indica Pedro como a rocha. "Uma das contendas que mais divide os Católicos dos Ortodoxos e dos evangélicos é a primazia do Bispo de Roma sobre todos os demais bispos do mundo. Em outras palavras, a questão da autoridade continua sendo hoje causa de divisão para os cristãos. De fato, a experiência no trato com conversos ao catolicismo demonstra que, uma vez aceitada a autoridade de Roma, todas as demais divergências doutrinais são superadas com maior facilidade, como podem ser os sacramentos, Maria, os Santos, etc." [1] Você pode aprofundar mais esse assunto visitando os seguintes sites: [1]

 

 

 

http://www.veritatis.com.br/o-fundamento-biblico-da-primazia-de-pedro/

http://www.ofielcatolico.com.br/2001/01/a-pedra-sobre-qual-se-fundamenta-igreja.html

http://www.ofielcatolico.com.br/2002/03/analises-do-nome-de-s-pedro-apostolo-e.html

 

 

VEJA TAMBÉM:
TELEMENSAGENS DE ANIVERSÁRIO COM FUNDO MUSICAL CATÓLICO

ASSUNTOS RELACIONADOS