O que é o Oitava de Natal? E Quando termina o tempo do Natal?


Infelizmente a maioria dos católicos não sabe da importância da “Oitava de Natal”, bem como da Oitava da Páscoa. Como essas duas Solenidades litúrgicas são as mais importantes do Ano litúrgico; pois marcam o Nascimento e a Ressurreição de Jesus, a Igreja prolonga as suas celebrações por oito dias. Com que intenção? Com a intenção de que “o tempo especial de graças” que significam a Páscoa e o Natal, se estenda por oito dias, e o povo de Deus possa beber mais copiosamente, e por mais tempo, as graças de Deus neste tempo favorável, onde o céu beija a terra e derrama sobre elas suas Bênçãos copiosas.

Mas, só pode se beneficiar dessas graças abundantes e especiais, aqueles que têm sede, que conhecem, que acreditam, e que pedem. É uma lei de Deus, quem não pede não recebe. E só recebe quem pede com fé, esperança, confiança e humildade.
As mesmas graças e bênçãos do Natal se estendem até o final da Oitava. E neste período a Igreja acrescenta a celebração de alguns santos. No dia 26 de dezembro a memória do grande Santo Estevão, o primeiro mártir do cristianismo; para que, com sua intercessão, as graças do Natal sejam ainda mais copiosas sobre nós.

Depois temos a memória dos Santos inocentes que Herodes mandou matar. Eles intercedem por nós com seu sangue inocente. De São João evangelista, o “discípulo que Jesus amava”, e outros santos.

No meio da Oitava, no domingo após o Natal, a Igreja nos leva a olhar e meditar na Sagrada Família de Nazaré. É hora de dizer como a música. “Jesus, Maria e José, nossa família vossa é!”. É o momento de fazer um longo silêncio diante do Presépio e aprender as grandes lições dessa Família através da qual o Salvador quis entrar em nossa história.

Não deixe passar esse tempo de graças em vão! Viva oito dias de Natal e colha todas as suas bênçãos. Não tenha pressa! Reclamamos tanto de nossas misérias, mas desprezamos tanto os salutares remédios que Deus coloca à nossa disposição tão frequentemente.

Muitas vezes somos miseráveis sentados em cima de grandes tesouros, pois perdemos a chave que podia abri-lo. É a chave da fé, que tão maternamente a Igreja coloca todos os anos em nossas mãos. Mas quem acredita? Quem vive isso? Quem pede? Quem reza?

Pare diante do seu Presépio, durante esses dias e reze com devoção, como coração, e sua vida se transformará.

Fonte: https://blog.cancaonova.com/felipeaquino/2014/12/29/a-importancia-da-oitava-de-natal/

 

VEJA MAIS AQUI:

 

Quando termina o tempo do Natal?

https://cleofas.com.br/quando-termina-o-tempo-do-natal/

10 Verdades sobre o Natal

https://cleofas.com.br/10-verdades-sobre-o-natal/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qual é o melhor presente que podemos ofertar a Jesus?

Na Santa Ceia, narrado nos quatro capítulos, de 14 a 17, pelo evangelista São João, despedindo-se dos Apóstolos na véspera de sofrer a Sua dolorosa Paixão...

Por que Deus se fez homem e quis habitar entre nós?

Há várias razões porque Deus se fez homem, e quis habitar entre nós; mas todas elas são devido a Seu amor por nós. O Credo niceno-constantinopolitano, diz...

O Natal é uma festa cristã ou pagã?

COM A PROLIFERAÇÃO de seitas que se proclamam “cristãs” e se apresentam como únicas intérpretes autorizadas da Bíblia, as tradições mais sagradas do...

Destruindo a Mentira ateísta que deuses da Mitologia Grega nasceram no mesmo dia do nascimento de Jesus

O único desses deuses que supostamente nasceu em dezembro foi Mitra, porém não há nenhum registro histórico antigo sobre isso, algum ateu pode nos mostrar ...

Provas Históricas e Lógicas que Jesus realmente nasceu no dia 25 de Dezembro do Ano 1:

Os pesquisadores críticos costumam a afirmar que Jesus provavelmente nasceu no ano 6 a.C. ou talvez até antes. Tal afirmação se baseia na informação forne...

Quem foi Papai Noel? Será que ele realmente existiu?

O verdadeiro Papai Noel se chama Nicolau Taumaturgo de Mira viveu no século III, na Ásia Menor, onde hoje fica a Turquia. Seus pais, gravemente enfermos, morr...

Por que é tão importante celebrar o Nascimento de Jesus? E o que podemos oferecer a Jesus neste Natal?

Um Natal nunca pode ser igual aos outros, pois o menino Jesus sempre tem algo muito novo, uma renovação interior, para trazer ao nosso coração. Enquanto o ...