O que é a Quarta-Feira de Cinzas? E existe tudo isso na Bíblia?


A Quarta-Feira de Cinzas foi instituída há muito tempo na Igreja e marca o início da Quaresma. É tempo de penitência, de oração mais intensa em preparação para a Páscoa, que vai até a Quinta-Feira Santa. Para os antigos judeus se sentar sobre as cinzas já significava arrependimento dos pecados e a volta para Deus. Por isso, as cinzas bentas colocadas sobre nossa cabeça, ou sobre nossa testa, nos fazem lembrar que um dia vamos morrer, que somos pó e que ao pó voltaremos. A Quarta de Cinzas existe como preparação para a Semana Santa ( abrindo os quarenta dias de penitência e purificação até a Páscoa) e não como arrependimento dos pecados do Carnaval como alguns pensam. Vejamos alguns trechos bíblicos sobre o uso das cinzas na oração como penitência, arrependimento, sinal de luto, dor ou purificação.

A Quarta-feira de cinzas é o primeiro dia a Quaresma no calendário cristão ocidental. Ela acontece sempre quarenta e quatro dias antes da Páscoa. Essa data pode ocorrer desde o começo de fevereiro até a segunda semana de março, pois a data da Páscoa é móvel. Esse primeiro dia do período de preparação pascal inicia-se com o rito da imposição das cinzas sobre a cabeça dos fiéis nas igrejas, como uma marc01a indicativa de um tempo de penitência e conversão. Os católicos são convidados a reconhecer com humildade seu estado de mortalidade e a revisar sua vida perante os valores perenes do Reino de Deus. A palavra de ordem dessas manifestações é: convertei-vos e crede no Evangelho (Mc 1,15).

  • Quarta-feira de Cinzas 
    > Jejum e Abstinência
    Jl 2,12-18 ; Sal 50 ; 2Cor 5,20-6,1-2 ; Mt 6,1-6.16-18

  • Quinta-feira depois de Cinzas
    Dt 30,15-20 ; Sal 1 ; Lc 9,22-25

  • Sexta-feira depois de Cinzas
    Is 58,1-9 ; Sal 50 ; Mt 9,14-15

  • Sábado depois de Cinzas 
    Is 58,9-14 ; Sal 85 ; Lc 5,27-32

  • I Domingo de Quaresma
    Gn 2,7-9 ; Sal 50 ; Rm 5,12-19 ; Mt 4,1-11

  • Segunda-feira I 
    Lv 19,1-2.11-18 ; Sal 18 ; Mt 25,31-46

  • Terça-feira I 
    Is 55,10-11 ; Sal 33 ; Mt 6,7-15

  • Quarta-feira I 
    Jon 3,1-10 ; Sal 50 ; Lc 11,29-32

  • Quinta-feira I 
    Est 14,1.3-5.12-14 ; Sal 137 ; Mt 7,7-12

  • Sexta-feira I 
    Ez 18,21-28 ; Sal 129 ; Mt 5,20-26

  • Sábado I
    Dt 26,16-19 ; Sal 118 ; Mt 5,43-48

  • II Domingo de Quaresma
    Gn 12,1-4 ; Sal 32 ; 2Tm 1,8-10 ; Mt 17,1-9

  • Segunda-feira II
    Dn 9,4-10 ; Sal 78 ; Lc 6,36-38

  • Terça-feira II
    Is 1,10.16-20 ; Sal 49 ; Mt 23,1-12

  • Quarta-feira II
    Jr 18,18-20 ; Sal 30 ; Mt 20,17-28

  • Quinta-feira II
    Jr 17,5-10 ; Sal 1 ; Lc 16,19-31

  • Sexta-feira II
    1Pe 5,1-4 ; Sal 22 ; Mt 16,13-19

  • Sábado II
    Mi 7,14-15.18-20 ; Sal 102 ; Lc 15,1-3.11-32

  • III Domingo de Quaresma
    Ex 17,3-7 ; Sal 94 ; Rm 5,1-2.5-8 ; Jn 4,5-42

  • Segunda-feira III
    2Re 5,1-15 ; Sal 41 ; Lc 4,24-30

  • Terça-feira III
    Dn 3,25.34-43 ; Sal 24 ; Mt 18,21-35

  • Quarta-feira III 
    Dt 4,1.5-9 ; Sal 147 ; Mt 5, 17-19

  • Quinta-feira III 
    Jr 7,23-28 ; Sal 94 ; Lc 11,14-23

  • Sexta-feira III 
    Os 14,2-10 ; Sal 80 ; Mc 12,28-34

  • Sábado III 
    Os 6,1-6 ; Sal 50 ; Lc 18,9-14

  • IV Domingo de Quaresma
    1Sam 16,1.6-7.10-13 ; Sal 22 ; Ef 5,8-14 ; Jn 9,1-41

  • Segunda-feira IV
    Is 65,17-21 ; Sal 29 ; Jn 4,43-54

  • Terça-feira IV 
    Ez 47,1-9.12 ; Sal 45 ; Jn 5,1-3.5-16

  • Quarta-feira IV
    Is 49,8-15 ; Sal 144 ; Jn 5,17-30

  • Quinta-feira IV
    Ex 32,7-14 ; Sal 105 ; Jn 5,31-47

  • Sexta-feira IV
    Sb 2,1.12-22 ; Sal 33 ; Jn 7,1-2.10.25.30

  • Sábado IV
    Jr 11,18-20 ; Sal 7 ; Jn 7,40-53

  • V Domingo de Quaresma 
    Ez 37,12-14 ; Sal 129 ; Rm 8,8-11 ; Jn 11,1-45

  • Segunda-feira V 
    Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62 ; Sal 22 ; Jn 8,1-11

  • Terça-feira V 
    Nm 21,4-9 ; Sal 101 ; Jn 8,21-30

  • Quarta-feira V 
    Dn 3,14-20.91-92.95 ; Sal de Dn 3,52-54 ; Jn 8,31-42

  • Quinta-feira V 
    Gn 17,3-9 ; Sal 104 ; Jn 8,51-59

  • Sexta-feira V
    Jr 20,10-13 ; Sal 17 ; Jn 10,31-42

  • Sábado V 
    2Sam 7,4-5.12-14.16 ; Sal 88 ; Rm 4,13.16-18.22 ; Lc 2,41-51

  • Domingo de Ramos
    Is 50,4-7 ; Sal 21 ; Flp 2,6-11 ; Mt 26,14-27,66

AS CINZAS NA BÍBLIA - QUARTA FEIRA DE CINZAS - PENITÊNCIA

 
 

 
Na nossa liturgia atual da Quarta-feira de Cinzas,
utilizamos cinzas feitas com os ramos de palmas distribuídos no ano anterior no Domingo de Ramos.
Abraão continuou: “Não leveis a mal, se ainda ouso falar ao meu Senhor, embora seja eu pó e cinza.
GEN 18,27
 
 
9. Um homem puro recolherá a cinza da vaca e a deporá em um lugar puro fora do acampamento, onde será guardada pela assembléia dos israelitas para a água lustral. Este é um sacrifício pelo pecado.
(...)
11. Quem tocar o cadáver de um homem qualquer será impuro sete dias; 12. purificar-se-á com esta água ao terceiro e ao sétimo dia, e será puro; mas se ele não se purificar ao terceiro e ao sétimo dia, não será puro.
(...)
Para quem se tiver assim manchado, tomar-se-á da cinza da vítima queimada pelo pecado, e se deitará por cima dela, dentro de um vaso, água viva. 18. Em seguida, um homem puro, depois de ter molhado nela um hissopo, aspergirá com ele a tenda, todo o seu mobiliário, todas as pessoas que aí se encontram, bem como a pessoa que tocou nos ossos, ou no homem assassinado, ou no cadáver, ou no sepulcro.
NUM, 19,9; 11-12;17-18
 
 
 
 
 
É por isso que me retrato, e arrependo-me no pó e na cinza.
Jò 42,6
 
 
 
 
 
2. no primeiro ano do reinado, (digo), eu, Daniel, lendo as Escrituras, tive minha atenção despertada para o fato de que o número de anos a passar-se, segundo a palavra do Senhor ao profeta Jeremias, sobre a desolação de Jerusalém, seria de setenta anos. 3. Volvi-me para o Senhor Deus a fim de dirigir-lhe uma oração de súplica, jejuando e me impondo o cilício e a cinza.
DAN 9,2-3
 
 
 
5. Os ninivitas creram (nessa mensagem) de Deus, e proclamaram um jejum, vestindo-se de sacos desde o maior até o menor. 6. A notícia chegou ao conhecimento do rei de Nínive; ele levantou-se do seu trono, tirou o manto, cobriu-se de saco e sentou-se sobre a cinza.
JON 3, 5-6

 
 
 
 
 
1. Ouvindo isso, os israelitas de Judá ficaram muito alarmados com a aproximação (de Holofernes). 2. O medo e o terror apoderaram-se deles, temendo que ele fizesse a Jerusalém e ao templo do Senhor o mesmo que ele fizera às outras cidades e aos seus templos.
(...)
Com tais exortações, os israelitas puseram-se a orar diante do Senhor; 16. mesmo aqueles que ofereciam holocaustos ao Senhor, faziam-no revestidos de sacos e com a cabeça coberta de cinzas. 17. E todos rogavam a Deus, de todo o seu coração, que visitasse o seu povo de Israel.
JUDITE 1-2; 15-17
 
 
 
 
 
 
Tendo eles partido, Judite entrou em seu oratório, pôs o seu cilício, cobriu a cabeça com cinzas e, prostrando-se diante do Senhor, orou dizendo:
(Judite 9,1)
 
 
 
 
Ó filha de meu povo, veste o saco, revolve-te nas cinzas. Cobre-te de luto como se fora por um filho único, e ecoem teus amargos gemidos, porquanto vai cair de repente sobre nós o devastador. (Jeremias 6,26)
 
 
 
 
 
 
 
1. Quando Mardoqueu soube o que se tinha passado, rasgou suas vestes, cobriu-se de saco e cinza, e percorreu a cidade, dando gritos de dor. 2. Veio desse modo até diante da porta do rei, pela qual ninguém tinha o direito de passar com vestes de luto.
ESTER 4, 1-2
 
 
  
 
Por sua parte, a rainha Ester, tomada de uma angústia mortal, recorreu ao Senhor. 2. Depôs suas vestes suntuosas e vestiu roupas de aflição e de pesar. Em lugar de essências preciosas, cobriu a cabeça de cinza e de lama; afligiu duramente seu corpo e por todos os lugares onde costumava alegrar-se espalhou os cabelos que se arrancava. 3. Dirigiu esta prece ao Senhor, Deus de Israel:Meu Senhor, nosso único rei, assisti-me no meu desamparo, porque não tenho outro socorro senão vós,
ESTER 14,1-3
 
 
 
 
21. Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque se tivessem sido feitos em Tiro e em Sidônia os milagres que foram feitos em vosso meio, há muito tempo elas se teriam arrependido sob o cilício e a cinza
MAT 11,21
 
 
 
 
 
Pois se o sangue de carneiros e de touros e a cinza de uma vaca, com que se aspergem os impuros, santificam e purificam pelo menos os corpos, 14. quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu como vítima sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência das obras mortas para o serviço do Deus vivo?
HEB 9, 13-14




 
 
 
Através da Penitência alcançamos curas , milagres, castigos são aplacados , pestes dizimadas, fenômenos da natureza podem ser parados.
Por isso , Nossa Senhora em Lourdes e em Fàtima
 pediu oração e penitência. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PENITÊNCIA!
PENITÊNCIA!
PENITÊNCIA!
 
 
 
 
 
 
 
 

ASSUNTOS RELACIONADOS