Só vale a Bíblia ou é a Igreja que explica a Bíblia? | Católicos na Bíblia

Só vale a Bíblia ou é a Igreja que explica a Bíblia?


Fundamento da babel protestante: só a Bíblia (sola scriptura).Sola scriptura: a Bíblia é a única fonte de fé do cristão inspirado infalivelmente pelo Espírito Santo. MAS...

1) Só os protestantes são inspirados pelo Espírito Santo ao lerem as escrituras. Católicos se Ortodoxos não. Milhares de santos e cristãos exemplares também não. Sto Tomás de Aquino não entendia nada de "bíbria"...


2) Existem centenas e centenas de seitas e pseudo-igrejas com doutrinas contraditórias fundadas por homens que discordaram de alguma doutrina da "igreja" em que estavam. Onde está o espírito santo protestante nessas horas não sei.


3) Pedro afirma claramente que pessoas pouco instruídas ou não firmes podem deturpar as escrituras:


S. Pedro:
“Assim vos escreveu também o nosso caríssimo irmão Paulo, segundo a sabedoria que lhe foi dada, falando-vos dessas coisas, como faz também em todas as suas cartas. Nelas há, porém, alguma coisa difícil de compreender, que as pessoas pouco instruídas ou pouco firmes deturpam, como fazem também com as outras escrituras, para sua própria ruína” (2Pd 3, 15-16). Ou seja, se a escritura pode levar ao engano, então o sola scriptura, fundamento do castelo protestante, é uma mentira.


4) S. Paulo:
1Tm 3 (15) "Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade".
Paulo não diz que o sustentáculo da verdade é a escritura. Diz que é a Igreja, referindo-se à Igreja instituída por Cristo sobre os apóstolos.


5) S. João:
Jo 5,39: Aos judeus que não criam em Jesus, que ele é o Messias:
"Examinais as Escrituras, pensando ter nelas a vida eterna, e são elas que dão testemunho de mim. Vós, porém, não quereis vir a mim para terdes a vida! "
Ou seja, está recriminando os que examinam as escrituras mas não a entendem nem a aceitam, mostrando que o sola scriptura, apenas examinar as escrituras, não é garantia de entendimento. Está portanto a negar a sola scriptura!


6) Atos 8:
"(30) Filipe acorreu, ouviu o eunuco ler o profeta Isaías e perguntou: “Tu compreendes o que estás lendo?” (31) O eunuco respondeu: “Como poderia, se Ninguém me orienta?” Então convidou Filipe a subir e a sentar-se junto dele."
O eunuco reconhece que apenas ler pode ser insuficiente para compreender as escrituras. Ele precisa do testemunho e da explicação de um discípulo de Cristo.


7) João 15,20
"Lembrai-vos da Palavra que vos disse."
Que palavra? A palavra da pregação oral dos apóstolos.
Nada de livro, nada de "bíbria", nada de sola scriptura, mas a tradição oral da pregação apostólica.


8) Rm 10,14-17.
"E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados?... A fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo."
Novamente... a tradição oral da pregação apostólica que deve guiar o entendimento das escrituras. Nada de SOLA scriptura.


9) 2 Pd 1,20:
"Antes de tudo, sabeis que nenhuma profecia da escritura é de interpretação pessoal". Aqui Pedro está alertando que da mesma forma como as escrituras foram inspiradas por Deus, a sua compreensão precisa igualmente do Espírito Santo para ser compreendida. E a quem Jesus prometeu o paráclito? À sua Igreja apostólica para que pregasse ao mundo todo corretamente a boa-nova.


10) 2Pd 3,2
"A fim de vos trazer à memória as palavras preditas pelos santos profetas e o mandamento dos vossos apóstolos, a eles confiado pelo Senhor e salvador."


Ef 3,10:
"Para que agora, pela Igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida..."
A pregação correta da boa nova é missão dos apóstolos, "apostello" em grego, que significa ENVIADOS, responsáveis pela Igreja que Cristo nos deixou.
Como se vê, nunca e em nenhum momento foi ensinado o sola scriptura, mas a missão da pregação é confiada à Igreja.


11) Lutero, que adotou o sola scriptura e pai do protestantismo, diz que Cristo é adúltero:


“Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: Que fez, então, com ela? Depois, com Madalena, depois, com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer” (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).


E agora? Com quem cada um fica?


Resumindo:


Bíblia sem Igreja é só papel que cada um entende como quer.
Bíblia com Igreja é palavra de Deus.

VEJA TAMBÉM:
TELEMENSAGENS DE ANIVERSÁRIO COM FUNDO MUSICAL CATÓLICO

ASSUNTOS RELACIONADOS