São permitidas músicas protestantes dentro da Santa Missa?


Que tipo de músicas a Igreja pede para se tocar na Missa? O que os Papas tem a dizer? E nos encontros também pode tocar ou não?

 

 

O Papa Emérito Bento XVI trabalhou arduamente durante todo o seu pontificado para mostrar a beleza e a importância da liturgia na vida da Igreja. Mais do que documentos e papéis (os quais possuem obviamente a sua relevância), procurou viver a liturgia em toda a sua plenitude, educando pelo exemplo. Ensinou a todos que "uma liturgia participativa é importante, mas uma que não seja sentimental. A liturgia não deve ser simplesmente uma expressão de sentimentos, mas deve emergir a presença e o mistério de Deus no qual ele entra e pelo qual nós nos permitimos ser formados".

Desse modo, tudo que envolve a liturgia tem sua importância e o seu significado. Como centro da vida do cristão católico, portanto, não se pode realizá-la de qualquer maneira. A Igreja, ao longo dos seus dois mil anos de História, sempre teve especial atenção aos cânticos e músicas executadas nas mais diversas celebrações, especialmente na Santa Missa. O Catecismo da Igreja Católica dedica os números 1156 e seguintes, para explicar a importância do canto e da música para a liturgia:


"A tradição musical da Igreja universal constitui um tesouro de valor inestimável que se destaca entre as demais expressões de arte, principalmente porque o canto sacro, ligado às palavras, é parte necessária ou integrante da liturgia solene. (…) O canto e a música desempenham sua função de sinais de maneira tanto mais significativa por estarem intimamente ligadas à ação litúrgica, segundo três critérios principais: a beleza expressiva da oração, a participação unânime da assembleia nos movimentos previstos e o caráter solene da celebração. Participam assim da finalidade das palavras e das ações litúrgicas: a glória de Deus e a santificação dos fiéis. (…) Todavia, os textos destinados ao canto sacro hão de ser conformes à doutrina católica, sendo até tirados de preferência das Sagradas Escrituras e das fontes litúrgicas."

Ora, Catecismo é bastante claro no sentido de que a Igreja possui a música como patrimônio e este não deve ser ignorado ou substituído por modismos. Os cantos e a música colaboram para que cada fiel mergulhe no mistério da celebração e aproxime-se do centro que é Deus. O Papa Bento XVI, em sua exortação apostólica Sacramentum Caritatis, é ainda mais objetivo quando diz:


"Na sua história bimilenária, a Igreja criou, e continua a criar, música e cânticos que constituem um patrimônio de fé e amor que não se deve perder. Verdadeiramente, em liturgia, não podemos dizer que tanto vale um cântico como outro; a propósito, é necessário evitar a improvisação genérica ou a introdução de gêneros musicais que não respeitem o sentido da liturgia. Enquanto elemento litúrgico, o canto deve integrar-se na forma própria da celebração; consequentemente, tudo — no texto, na melodia, na execução — deve corresponder ao sentido do mistério celebrado, às várias partes do rito e aos diferentes tempos litúrgicos. Enfim, embora tendo em conta as distintas orientações e as diferentes e amplamente louváveis tradições, desejo — como foi pedido pelos padres sinodais — que se valorize adequadamente o canto gregoriano, como canto próprio da liturgia romana."

Percebe-se, então, que a música e o canto devem ser escolhidos com critério, respeitando o sentido da liturgia que não é outro senão adorar a Deus, fazendo memória da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Para isso, é necessário sair do antropocentrismo e devolver a Deus seu lugar no centro da celebração.

É muito comum em encontros católicos os ministérios de músicas cantarem canções protestantes em encontros na igreja, de fato isso já virou rotina na igreja católica já que muitos padres famosos, paróquias e bandas católicas possuem esse costume.

De forma alguma queremos estabelecer uma cisão entre pessoas, mas acreditamos que a informação nos dá subsídio para boas escolhas.

Esse costume começou em meados da década de 80 quando grupos da RCC no Brasil não tinham muita opção de músicas da igreja para cantar em seus encontros, até mesmo as rádios católicas tocavam músicas protestantes, não tinha bandas católicas nem cantores católicos suficiente, com isso era necessário que cantássemos músicas gospel, algumas músicas ficaram tão famosas entre os fiéis da igreja que muitos acham até hoje que as músicas são católicas o que na verdade não são, com certeza você já ouviu a música Eu navegarei que foi cantada por muitos padres e cantores católicos, essa música foi composta por Azmaveth Carneiro Da Silva, compositor protestante que já escreveu músicas para Fernanda Brum e Bruna Carla, também temos a música Diante de Ti que foi composta pelo marido da cantora Fernando Brum, Emerson Pinheiro ou a música Ele vem composta pelo pastor Judson Oliveira.

O que causa muita intriga entre alguns fiéis é se pode ou não cantar músicas protestantes em encontros católicos, de cara já podemos falar que é totalmente errado cantar qualquer música protestante na missa pois elas não são preparadas para a liturgia, e isso também vale para músicas católicas como comunidade católica Colo de Deus, Rosa de Saron etc.
Os protestantes têm seus cantos religiosos, cuja letra exprime a fé protestante. O católico que utiliza esses cânticos, não pode deixar de assimilar aos poucos a mentalidade protestante; esta é, em certos casos, mais subjetiva e sentimental do que a católica. Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo: A Eucaristia, a comunhão dos santos, a Igreja Mãe e Mestra. Deve-se estimular a produção de cânticos com base na doutrina da fé.

Músicas protestantes são canções com base sentimentalista que em sua maioria tem como objetivo trazer pessoas para o protestantismo, os protestantes investem pesadamente no mercado fonográfico, eles incentivam isso desde cedo e essa é a principal ferramenta usada por eles para conseguir novos fiéis, com certeza você já passou por uma igreja de garagem e já viu um monte de instrumentos novinhos em folha enquanto que a igreja nem reboco na parede tem. A música é a ferramenta principal que atrai muitos jovens para o protestantismo. Todas as vezes que um padre famoso paga direitos autorais para um compositor protestante, ele só está contribuindo com todo sistema de evangelização protestante.
E algo muito preocupante que temos que observar é o esquecimento dos músicos católicos, o católico brasileiro dá mais valor as músicas de fora da igreja, muitas bandas e cantores católicos desistem da carreira por conta de não terem apoio da própria comunidade católica, isso sem falar nas milhares de bandas que os próprios católicos não conhecem por que não se tem uma divulgação. Algumas bandas e cantores que não iremos citar o nome, estão apelando para o lado sentimentalista usado pelo protestantismo para conseguirem atrair os próprios fiéis católicos.

Então é preferível que padres famosos, párocos e bandas católicas coloquem músicas de compositores católicos como prioridade, não há necessidade de cantar músicas protestantes pois na igreja católica já possuímos compositores muito bons.

As músicas e cantos que fazem parte do patrimônio da Igreja já passaram pelo crivo teológico e, presume-se, portanto, que estejam isentas de erros ou de heresias. O que não acontece com músicas de autores declaradamente protestantes, pois, como o próprio nome já diz, estão separados da Igreja por algum motivo que pode, de alguma forma, refletir-se na letra da música. Se isso ocorre, o católico, inadvertidamente, estará proferindo um erro ou uma heresia.

Para não correr o risco de errar e induzir outros em erros e, o que é pior, em heresias, recomenda-se permanecer sempre com o patrimônio da Igreja. Seguro, portanto, é caminhar pela vereda apontada pelo Papa Emérito Bento XVI: preservar o patrimônio de fé e de amor que é a música e o canto sacros, utilizando-os e focando na formação dos músicos, "valorizando adequadamente o canto gregoriano, como canto próprio da liturgia romana". Desse modo, o mundo será introduzido no mistério da liturgia e não o contrário.

Fonte: https://padrepauloricardo.org/episodios/sao-permitidas-musicas-protestantes-dentro-da-santa-missa

https://deovero.org/musicas-protestantes-em-encontros-catolicos-e-errado/#:~:text=O%20que%20causa%20muita%20intriga,m%C3%BAsicas%20cat%C3%B3licas%20como%20comunidade%20cat%C3%B3lica

 

 

Lutero: Conheça passo a passo a Farsa do Criador do Protestantismo

Entenda passo a passo as loucuras e os frutos gerado pelo criador do protestantismo, Lutero e suas obras....

Uma resposta católica a uma polêmica protestante

Prestem atenção! É preciso pôr um fim nesta polêmica colocada pelo divisor, Martilho Lutero — muito mal fundamentada, aliás — de que a Igreja Católic...

A Bíblia qualifica a Igreja Católica ou o Protestantismo como coluna e fundamento da verdade?

É muito interessante que em 1 Tm 3,15 vemos não a Bíblia, mas a Igreja – isto é, a comunidade viva de crentes fundada sob Pedro e os apóstolos e mantida ...

Com que direito Lutero pretendia “reformar” a Igreja?

Lutero negou a autoridade, negou a tradição, negou o magistério eclesiástico, negou a Igreja orgânica, visível, hierárquica. Com que direito? Com que tí...

Existe Milagres e Curas no Protestantismo? E Pastor pode fazer Milagres?

Historicamente falando, até hoje não existe sequer um ?milagre? ocorrido em comunidades protestantes que tenha sido cientificamente comprovado como milagre v...

Com que direito e autoridade Lutero pretendia “reformar” a Igreja criada por Cristo?

Lutero negou a autoridade, negou a Tradição, negou o Magistério, negou a Igreja orgânica, visível e hierárquica. Mas com que direito? Quais as credenciais...

Como entender o protestantismo?

O Protestantismo partiu, no século XVI, de uma intuição muito válida e oportuna: restaurar a estima e o culto da Palavra de Deus, com todo o seu poder de sa...

Como entender a afirmação de que o Protestantismo é um mal a ser combatido?

Nesta postagem, usarei apenas de uma ÚNICA razão, dentre muitas, mas que para mim é suficiente: A EUCARISTIA. O próprio Jesus disse: se não comerdes a carn...

O que são as seitas protestantes?

O protestantismo negando tanto a Tradição quanto o Magistério sofre desde os seus primórdios uma desintegração doutrinária assombrosa. Onde Cristo fundou...

As raízes das divisões no Protestantismo

A doutrina da Sola Scriptura apareceu em cena no tempo da reforma. Não existia, e nem poderia existir antes da invenção da imprensa, quando as Bíblias final...

Por que a reforma Protestante foi algo Diabólico?

“Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem” (Salmos 126,1). O mesmo fundador da “Reforma”, Martinho Lutero, chegou a “la...

Ex-Protestante destrói a heresia “Solo Christus” das 5 Solas de Lutero

No tempo em que nos importa viver, no qual os ventos do ecumenismo tornam a soprar cada vez com mais firmeza, não é nada fácil tentar dizer três ou quatro v...

Veja a Lista Universal das Mentiras e Sabotagens Protestantes contra a Igreja Católica

Uma vez protestante, ensinava Lutero: \"Que mal pode causar se um homem diz uma boa e grossa mentira por uma causa meritória e para o bem da Igreja (luterana)....

Veja as 12 profecias que NÃO se cumpriram da Fundadora da Seita Adventista do Sétimo Dia

Veja abaixo as 12 profecias de Ellen White que NÃO se cumpriram!...

Aprenda passo a passo como Destruir as Mentiras Protestante

Apologética resumida em 30 páginas... poucas páginas e dá para qualquer leigo aprender em pouco tempo e aniquilar os argumentos dos adversários! Provando...

Provas que as Bíblias Protestantes foram distorcidas e manipuladas por Lutero e outros reformadores

Foram terríveis os prejuízos causados pelos tradutores protestantes em todas as suas tentativas de traduzir as Sagradas Escrituras....

Conheça o lado Homicida e Suicida do Criador do Protestantismo

Eis alguns dados históricos da triste vida do fundador do protestantismo, e de seu fim trágico, depois de uma de suas muitas bebedeiras serestais com príncip...

Protestantismo: 500 anos de Erros, divisões e Contradições Bíblicas

Para uma maior concisão de quem se chama a si mesmo “Cristão” sem ser católico ou ortodoxo, será agrupado com as milhares de seitas, sob o titulo de “...

Martinho Lutero: Veja os absurdos pregados pelo Criador do Protestantismo

Martinho Lutero: Um homem celebrado por questionar a autoridade de uma Igreja supostamente corrupta, por iniciar a liberdade religiosa em uma época do feudali...

Por que o Protestantismo é condenado pela Sagradas Escrituras?

A Sagrada Escritura condena o individualismo doutrinário: Dt 12,8: “Não fareis nesse lugar o que nós fazemos hoje aqui, onde cada um faz o que bem lhe pare...

O que diz a Bíblia sobre o Protestantismo?

Provavelmente todos já ouviram de um protestante a seguinte frase: “Nós cremos somente na Bíblia, e a Bíblia inteira é a única regra de fé para o crist...

Quais são os 33 erros multifacetados do Protestantismo?

Para uma maior concisão de quem se chama a si mesmo \\\"Cristão\\\" sem ser católico ou ortodoxo, será agrupado com as milhares de seitas, sob o titulo de ...

Protestantismo, divisão atrás de divisão. Por que isso acontece?

A resposta está na Sagrada Escritura: “Não fareis nesse lugar o que nós fazemos hoje aqui, onde cada um faz o que bem lhe parece.” (Deuteronômio 12,8...

Você sabia que o Dia da Mentira foi criado por culpa dos Protestantes?

Você sabia que este dia 1° de abril ficou conhecido como dia da mentira por causa dos protestantes Franceses? Não? Então vamos à explicação....

As 7 Afirmações Mentirosas mais ditas pelos Protestantes

Uma quantidade considerável de católicos abandonam sua fé e abraçam o protestantismo como novo lar espiritual. Alguns realmente mudam de vida, mantém ou ad...

10 coisas que muitos protestantes não sabem, mas deveriam saber

Listamos 10 coisas que alguns hereges protestantes não sabem, mas deveriam saber...

Perguntas que nenhum Protestante consegue responder

Veja aqui uma lista de perguntas que os protestantes não conseguem responder por falta de estudo e consequentemente, ficam sem argumentos....

14 Motivos para fugir do Protestantismo

“E te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a MINHA Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela...” (Mateus 16,18). A partir...

AS 12 REFUTAÇÕES CATÓLICA CONTRA AS ACUSAÇÕES PROTESTANTES!

[Para agilizar a sua pesquisa neste material siga os passos: Pressione no teu teclado \"CONTROL + F\" Escreva isto: ( Acréscimo de livros na bíblia ); ( Virgi...

5 Práticas de Ex-protestantes que precisam ser abandonadas

Alguns protestantes se convertem, voltam para a Igreja, mas devido a tanto tempo nas seitas, eles acabam ficando com “manias” ou “chavões” protestantes...

VEJA AS 7 TÁTICAS PROTESTANTES ( Fique Atento (a))

O protestantismo se baseia no subjetivismo, ser objetivo é contra o fundamento do protestantismo. Um protestante não pode responder sim ou não, por que em a...

Quais as diferenças entre os Católicos (A Porta Estreita) x Protestantes (A Porta Larga)?

Penso sempre em como é difícil ser católico e em como é fácil ser protestante. Uma vez perguntei a um que se dizia \"evangélico\": \"Evangélico é quem ...