Existe uma diferença entre o prazer e a alegria?


“Existe uma diferença entre o prazer e a alegria: prazer é a satisfação da carne; e alegria é a satisfação da alma. O prazer, quando passa, deixa gosto de morte; e a alegria deixa o gosto de vida. Existem prazeres que são bons desde que você não desvirtue as coisas; é muito bom se sentar à mesa e se alimentar bem; bater um bom papo com seus amigos também é um prazer lícito. Da mesma forma, o desejo da relação sexual dentro do matrimônio é um prazer lícito.

“Existe uma diferença entre o prazer e a alegria: prazer é a satisfação da carne; e alegria é a satisfação da alma. O prazer, quando passa, deixa gosto de morte; e a alegria deixa o gosto de vida. Existem prazeres que são bons desde que você não desvirtue as coisas; é muito bom se sentar à mesa e se alimentar bem; bater um bom papo com seus amigos também é um prazer lícito. Da mesma forma, o desejo da relação sexual dentro do matrimônio é um prazer lícito.

O mal é o abuso daquilo que é bom. Se nós abusamos do bem, se abusamos da comida, da bebida, do sexo fora do casamento, tudo isso se torna um mal. O sexo dentro do plano de Deus é lindo, mas se o tiramos dentro do plano divino, ele pode ser causa de adultério, de doenças…

A Igreja nos ensina os sete pecados capitais: gula, avareza, luxúria, ira, melancolia, preguiça, vaidade, orgulho. São vícios que nos levam à morte. Por outro lado, há sete virtudes que podem combater esses pecados. Contra a soberba, a humildade; contra a ganância, o despreendimento; contra a luxúria, a castidade; contra a gula, o autocontrole; contra a preguiça, a vontade de trabalhar; contra a ira, a paciência. Nos pecados nós encontramos o caminho da morte; nas virtudes encontramos o caminho da paz”.

Precisamos ser alegres; o cristão é alegre. A alegria faz bem para a alma. A Bíblia diz que “a alegria do coração é a vida do homem, e um inesgotável tesouro de santidade. A alegria do homem torna mais longa a sua vida” (Eclo 30,22-26). São Francisco de Sales dizia que “um cristão triste é um triste cristão”.

A alegria verdadeira brota de um coração puro, que ama a Deus e ao próximo, tem a consciência tranquila, e sabe que está nas mãos de Deus. Mas o mundo confunde alegria com prazer; não é a mesma coisa. Prazer é a satisfação do corpo; alegria é a satisfação da alma. Há prazeres justos e até necessários, como o sabor que Deus colocou nos alimentos, o prazer do ato sexual do casal unido pelo matrimônio…

Mas há também prazeres injustos e, por isso, pecaminosos quando se busca a satisfação do corpo apenas como um fim: a bebida, o sexo antes do casamento, as drogas, as aventuras que põem a vida em risco, etc. Isso acontece quando se abusa da liberdade e se usa mal as coisas boas.

Por exemplo, pode ser um gesto de alegria beber um copo de vinho com os amigos, mas pode se tornar num gesto de prazer desordenado se houver o abuso da bebida e se chegar a embriaguez. O mal quase sempre é o uso mal, o abuso, das coisas boas.

Está chegando mais um Carnaval, tempo que para muitos se transformou em liberação de todos os instintos, busca frenética da “alegria” e prazer. Mas o prazer ilícito, quando passa, deixa gosto de morte. A distorção da alegria no Carnaval pode se transformar em sofrimento, para a própria pessoa e para os outros, porque sabemos que “o salário do pecado é a morte” (Rm 6,23). Não pense que você pode ser feliz no pecado; é uma ilusão.

A tentação nos oferece o pecado, assim como uma maçã envenenada, mas caramelada. É mais ou menos como o terrível anzol que o peixe abocanha porque está escondido dentro da isca. Depois de abocanhar a isca, de sentir o “prazer” rápido que ela lhe dá, o peixe sente o gosto da morte no anzol que o fisga.O mesmo se dá com quem se entrega no Carnaval aos prazeres da carne: o sexo a qualquer custo, o uso das drogas, o abuso da bebida, os gestos de violência… O que tudo isso gera depois? Sabor de morte. Depois que rapidamente tudo isso passa vem o vazio, a tristeza.

Quantas crianças são geradas nas relações sexuais que acontecem nos Carnavais! O que acontece depois? Algumas dessas podem ser abortadas; outras se tornam filhos de uma mãe que vai criar e educar o filho sozinha. Toda criança que vem a este mundo tem o direito de ter um pai, uma mãe, um lar, ser amada e desejada; e não ser apenas o fruto de uma relação sexual irresponsável.

O mal é o abuso daquilo que é bom. Se nós abusamos do bem, se abusamos da comida, da bebida, do sexo, tudo isso se torna um mal e traz suas consequências negativas; isso não é uma alegria autêntica. O sexo dentro do plano de Deus, no casamento, é lindo, mas se o tiramos do plano divino, ele pode ser causa de tristeza, adultério, doenças… Nos pecados nós encontramos o caminho da morte; nas virtudes encontramos o caminho da paz.

O pecado é perfumado e se apresenta a você na hora da sua fragilidade. Cuidado! Santo Agostinho dizia: “A sua tristeza são os seus pecados; deixe que a santidade seja sua alegria”.

A verdadeira alegria pode ser encontrada no convívio saudável do lar com os filhos, na Igreja, na leitura de bons livros e da palavra de Deus; num tempo mais dedicado a oração, no ouvir uma boa pregação, num gesto de caridade a uma pessoa que precisa de você.

Fonte:

https://eventos.cancaonova.com/cobertura/prazer-e-a-satisfacao-da-carne-alegria-e-a-satisfacao-da-alma/

https://assessoria.cancaonova.com/artigos/alegria-e-a-satisfacao-da-alma/

 

Por que devemos fugir de pessoas e ocasiões que nos leva ao pecado?

Jesus disse: Se alguém ou alguma coisa “for para ti ocasião de queda, arranca-o, melhor arrancar do que ser jogado no fogo do Inferno” (Mc 9,47). ‘Que...

O Poder, a Beleza e a Importância da Castidade

Gostaria de partilhar com vocês sobre a beleza e a importância da castidade. E dizer que realmente viver a castidade permite-nos percorrer um caminho seguro p...

10 Vantagens de Viver a Castidade (Parte 1/2)

Continuamos a apresentar os principais pontos do livro “Como Encontrar Sua Alma Gêmea Sem Perder Sua Alma” do Jason e Crystalina Evert. A seguir, apresenta...

Quais os motivos para não haver Sexo antes do Casamento?

Não há alguém melhor do que Deus, mais sábio, mais douto, mais santo e mais justo, e que nos ame mais do que Ele; logo, não pode haver leis melhores que a ...

Dez razões para viver a castidade no namoro

A Castidade ajuda a ter uma boa comunicação com seu (sua) namorado (a)? Cresce o lado amistoso do relacionamento? Existe um melhor relacionamento com os pais...

Como entender o Sexto e o Nono mandamentos da Lei de Deus?

SEXTO E NONO MANDAMENTOS: Não cometerás adultério... Não desejarás a mulher do teu próximo. “Não cometerás adultério” (Ex 20,14). “Não cobiçar...

Prazer é sinônimo de felicidade? E Tenho buscado o prazer a qualquer preço?

Verdades e erros de uma busca que inquieta o coração humano. Dizê-lo nunca é demais, ainda que se saiba. Prazer não é sinônimo de felicidade. Em certos c...

Preciso viver a Castidade no Casamento? Como assim?

Muitas pessoas acreditam que castidade significa abstinência sexual, por isso mesmo é uma virtude para o tempo de namoro e noivado. Porém, todo cristão é ...

Por que a Castidade é um sim ao Verdadeiro Amor ?

Você sabe o que é o Amor? Você sabe o que é castidade? Assista ao vídeo e aprenda com 2 especialistas em Teologia do Corpo, Evan Lemoine e Padre Paulo R...

Por que a Castidade é Dizer Sim Ao Amor?

Entenda de uma vez por toda tudo sobre castidade e que a castidade preserva o amor....

Quais os segredos para resistir as Tentações da Carne?

Existe uma luta interior em cada ser humano entre a carne e o espírito. A carne deseja coisas temporais e humanas muitas vezes destrutíveis se não forem com...

Por que é necessário viver a Castidade no Namoro?

A ideia de não fazer sexo antes do casamento não é uma mania da Igreja para irritar ou perseguir você: entenda a importância da castidade...

O que é a castidade? Por que é importante vivê-la?

Quando falamos de castidade, é muito provável que nos encontremos com muitos mal-entendidos. Muitos acreditam que a castidade é o mesmo que “nunca fazer se...

Meus Motivos para viver a Castidade no Namoro:

1º motivo: Sabe, quando seu foco não é um prazer e você pratica a abstinência sexual, sua comunicação melhora. Você começa a conversar sobre temas mais...

Por que a Castidade no Namoro e no Matrimônio alimenta o Amor?

Castidade no Namoro e no Matrimônio alimenta o Amor...

Como viver a Castidade nos dias de Hoje?

Talvez seja este o mandamento mais desobedecido em nossos dias. Mais do que nos demais, nesse campo a Lei de Deus é vista como mera repressão sexual, a ser ab...

Por que Meu Corpo é Sagrado para Deus?

É como se morássemos de aluguel e nada nos fosse cobrado. Sabendo que essa “casa” tem dono e nós apenas tomamos conta dela, eu lhe pergunto: você está ...