Maria teve outros filhos, os supostos irmãos de Jesus?


Os nossos irmãos separados declaram e afirmam que Maria teve sim outros filhos com José.. pegaram um versículo ALEATÓRIO e afirmam que eram filhos autênticos de Maria. Vamos verificar o que a Bíblia fala sobre isso? A polêmica sobre a Virgem Maria ter outros filhos, os supostos irmãos de Jesus, e a verdadeira interpretação.

O mal entendido a respeito da palavra “irmãos”

Em algumas passagens das Sagradas Escrituras aparecem as palavras: “irmãos de Jesus”, e isso tem gerado a interpretação de que a Santíssima Virgem Maria teve outros filhos. Para quem tem somente a Bíblia, parece evidente que Nossa Senhora teve outros filhos além do Filho de Deus, portanto, Jesus Cristo teve irmãos e irmãs (cf. Mt 13, 55-56).

Depois de analisar a questão dos “irmãos” de Jesus do ponto de vista da Revelação Divina e do Magistério da Igreja, vimos que para nós católicos não há o que discutir. Cremos que a Virgem Maria foi Mãe de Jesus Cristo e permaneceu virgem. Consequentemente, não poderia ser a mãe dos supostos irmãos do Senhor. Mas se Jesus não teve irmãos de sangue, por que Tiago, José, Simão e Judas são chamados de seus irmãos? A resposta é muitos mais simples do que se imagina.

Em hebraico, língua do povo judeu, a palavra irmão: א ח, que transliterada se lê: ach, é usada para vários tipos de parentesco. Pois, na língua hebraica, não há palavras específicas para primo, prima e outros graus de parentesco. Quando a Bíblia foi traduzida para o grego, foi usada a palavra “adelfos”, que significa literalmente irmão, e não “anepsios”, que significa primo. Posteriormente, a Bíblia foi traduzida para o latim “fratres”, que também significa irmão. As traduções da Bíblia em grego e em latim foram feitas dessa forma para não perder a originalidade, e eram naturalmente compreendidas pelas pessoas, pois conheciam a fé católica e a cultura judaica.

Nós temos a Sagrada Tradição, a Sagrada Escritura e o Magistério da Igreja, que são os fundamentos necessários para entender as verdades da fé católica. A partir desses fundamentos, vejamos se é verdade que a Virgem Maria teve outros filhos além do Verbo de Deus encarnado.

 

O que as Sagradas Escrituras dizem sobre os irmãos de Jesus?

Na Bíblia, há varias passagens nas quais são mencionados os “irmãos de Jesus”. Dentre essas, tomaremos a seguinte passagem do Evangelho segundo São Mateus: “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13, 55). Continuando nosso estudo, vemos que entre os apóstolos há dois com o nome de Tiago: “Eis os nomes dos doze apóstolos: o primeiro, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Filipe e Bartolomeu. Tomé e Mateus, o publicano. Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor” (Mt 10,2-4).

Mateus ainda nos dá a conhecer que entre as mulheres que seguiam Jesus está a mãe de um desses e de José: “Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu” (Mt 27, 56). Como sabemos que Tiago, filho de Zebedeu, é irmão de sangue de João, então, Tiago, filho de Alfeu, é irmão de José. Até aqui, a polêmica permanece, pois não sabemos que Maria é esta que é mãe de Tiago e de José. No entanto, há uma passagem que esclarece a questão.

Com base nos textos acima, verificamos que Alfeu, que também era chamado Cléofas, era o pai de Tiago e de José, os mesmos que são chamados “irmãos de Jesus”. A mãe deles chamava-se Maria, um nome bastante comum naquele tempo. A dificuldade em saber que é esta Maria é superada em uma passagem do Evangelho segundo São João, na qual esta Maria está ao lado da Virgem Maria, Mãe de Jesus Cristo, na hora da crucifixão: “Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena” (Jo 19,25).

Dessa forma, vemos que Maria, mãe de Tiago e de José, era irmã de Nossa Senhora, e que esses supostos irmãos de Jesus são, na verdade, seus primos. Para os incrédulos, talvez essa explicação não os tenha convencido, e perguntem sobre os outros dois irmãos: Simão e Judas. Mas não perderemos tempo em mais explicações, pois, para quem não tem fé católica, provavelmente não servirão os nossos argumentos.

O que a Tradição e o Magistério da Igreja dizem sobre os irmãos de Jesus?

A polêmica a respeito da afirmação de que a Santíssima Virgem Maria teve outros filhos, além de seu Filho Jesus Cristo, não é nova. Pelo contrário, no século IV, São Jerônimo já combatia aqueles que usavam a passagem de Mateus e outras para sustentar que Nossa Senhora teve outros filhos: “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria sua mãe? Não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas?” (Mt 13, 55).

A respeito dessa passagem, Jerônimo ensina que são chamados de irmãos de Jesus os filhos de sua tia materna, Maria de Cléofas, mulher de Alfeu e mãe de São Tiago e de José1. A Tradição da Igreja – desde os apóstolos até os Santos Padres – e posteriormente os Santos Doutores da Igreja, afirmam que a Virgem Maria não teve outros filhos, e que ela permaneceu Virgem antes, durante e depois do parto do Filho de Deus.

O Magistério da Igreja, em consonância com a Tradição da Igreja e com as Sagradas Escrituras, afirmou como dogma de fé a virgindade perpétua de Nossa Senhora, ainda no tempo dos Santos Padres. A virgindade perpétua de Maria Santíssima foi proclamada em 649, no Concílio de Latrão: Se alguém, segundo os Santos Padres, não confessa que própria e verdadeiramente é Mãe de Deus a santa e sempre Virgem e Imaculada Maria, já que concebeu nos últimos tempos sem sêmen, do Espírito Santo, o próprio Deus-Verbo (…), e que deu à luz sem corrupção, permanecendo a sua virgindade indissolúvel mesmo depois do parto, seja anátema2.

Leia mais:
:: Nossa Senhora foi assunta aos céus?
:: Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores
:: Esta é Maria, a mãe de Jesus e minha mãe!
:: A devoção à Nossa Senhora nos aproxima de Jesus

Tendo em vista que a Igreja Católica proclamou como dogma de fé a virgindade perpétua de Nossa Senhora, é necessário que nós católicos creiamos nessa verdade. Por isso, se não cremos nela, devemos fazer um esforço para crer, para que possamos entender, como ensinava Santo Agostinho: “Não queirais entender para crer, crê para que possas entender. Se não crês, não entenderás”3.

Assim, procuremos conhecer a fé católica, a Tradição e o Magistério da Igreja, e pelo menos um pouco da cultura judaica, antes de ler as Sagradas Escrituras. Recordemos sempre que o Sagrado Magistério nos ensina que a Bíblia só é Palavra de Deus se unida à Tradição: “A Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura constituem um só depósito sagrado da Palavra de Deus”4. Dessa forma, a Bíblia não será para nós “pedra de tropeço” (1 Pd 2, 7) e, certamente, evitaremos interpretações contrárias à fé católica.

Referências:
1 SÃO JERÔNIMO. Contra Helvidium, 14. In SANTO TOMÁS DE AQUINIO. Catena Aurea.
2 DS 255, 649.
3 SANTO AGOSTINHO. Serm. 118, 1.
4 CONCÍLIO VATICANO II. Constituição Dogmática Dei Verbum, 10.

Fonte: https://formacao.cancaonova.com/igreja/doutrina/maria-teve-outros-filhos-os-supostos-irmaos-de-jesus/

 

5 Fatos que a Ciência não consegue explicar sobre Nossa Senhora de Guadalupe

Conheça alguns fatos que a ciência até hoje não consegue explicar. Nem mesmo a NASA conseguiu desvendar. ...

Há base bíblica para afirmar que Maria é rainha do universo? E a Coroação, também tem base bíblica?

Nossos irmãos protestantes ficam chocados quando ouvem que nós católicos nos referimos à Maria como “Rainha do Universo”. E para tentar justificar a s...

O menino que, guiado pela Virgem, revelou ao Papa o dogma da Assunção

Aos 4 anos foi portador de uma mensagem de Maria Santíssima, na qual se lhe ordenava que a sua missão era ir até ao Papa Pio XII para lhe transmitir o que a ...

Curso Completo de Consagração Total a Nossa Senhora por S. Luís Maria Grignion de Montfort

Este curso faz parte do canal @padrepauloricardo que foi reunindo em um só para facilitar para aqueles que desejam consagrar a Maria ao metodo de S. Luís G...

Por que Maria é considerada Mãe da Igreja?

Maria é a Mãe da Igreja por ser a Mãe de Cristo, Cabeça da Igreja, que é o seu Corpo Místico, Maria é também Mãe da Igreja. “Deus benigníssimo e sa...

Maria é Verdadeira Mãe de Deus? Como assim?

A Escritura nos diz expressamente que Maria é a Mãe de Jesus: “Maria, da qual nasceu Jesus, chamado Cristo” (Mt 1, 16). “Estavam junto à cruz de Jesus,...

Veja como foi a consagração do Brasil a Maria com a participação do Presidente do Brasil

Presidente Jair Bolsonaro participou de Ato de Consagração do Brasil a Jesus Cristo por Meio do Imaculado Coração de Maria....

7 coisas que precisa saber sobre Nossa Senhora de Fátima

A aparição de Nossa Senhora de Fátima, aprovada pela Santa Sé, é a mais conhecida do século XX, particularmente pelo terceiro segredo que Maria revelou ao...

Provas Lógicas e Bíblicas da Intercessão de Maria

O Evangelho de São João coloca duas frases ditas pela Virgem Maria. Segundo esse evangelho, Maria as pronunciou no pequeno povoado galileu de Caná, situado ...

Existe Nossa Senhora Aparecida na Bíblia?

Nossa Senhora Aparecida é um dos muitos títulos dados à Mãe de Jesus. E, por isso, toda vez que encontramos alguma referência à Maria na Bíblia aí está...

O Rosário é Bíblico?

A intenção do texto não é esgotar a teologia em torno do Rosário, mas apenas demonstrar superficialmente que não existe oposição entre esta devoção e ...

Maria foi Concebida sem Pecado? A Bíblia responde

Romanos 3,23 diz com efeito, todos pecaram e todos estão privados da glória de Deus. 1 João 1,8 acrescenta se dizemos que não temos pecado, enganamo-nos a n...

Por que os católicos veneram Maria? A Bíblia responde

O que a Bíblia realmente nos diz a respeito da piedade que os fiéis, desde os primeiros séculos, têm à Mãe de seu Salvador? Será que os católicos têm m...

Quais as provas Lógicas e Bíblicas que Maria é Imaculada?

“Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo” (Lc 1,28). A Imaculada Conceição da Virgem Maria é uma Verdade, que a Igreja disc...

Como provar a Virgindade de Maria antes, durante e depois do Parto?

Desde o início do cristianismo Maria Santíssima é venerada como “Áiepartenon”, isto é, “Sempre Virgem”. A maioria dos cristãos acredita na virgind...